Tuesday, August 25, 2009

Visto de turista e noiva


Faz um tempinho que não postamos nada por aqui, não é mesmo??
Bom, as coisas andam bem mas, desde que o Adam voltou para os EUA, esperar está sendo a pior parte. Sei que muitos de nós devemos passar por tudo isso um dia para que essa espera valha a pena! Estou confiante.
Bom, muitas coisas aconteceram desde entao: tirei meu passaporte e estava disposta a enfrentar a selva que é o consulado americano para conseguir o meu visto de turista e visitar meu namorado nos EUA pela primeira vez. Resultado: visto negado! Depois de tanta ansiedade e nervosismo (fora o monte de formulários e documentos que tive que levar), me deram um simples não.
O pior foi a justificativa: "você é muito jovem e fala inglês muito bem. Sei que nunca mais irá voltar para o Brasil" - Dá pra acreditar nisso??? Fora que todo mundo lá parece que acordou de mau humor! Ô povinho grosso! Por mim iria todo mundo catar coquinho na descida!!!! Principalmente porque o país deles nem ta com essa bola toda!!
Mas, como bons seres racionais, precisamos manter a calma e segurar as calças porque se desistirmos agora aquela mulher sem noção que me entrevistou vai estar rindo de orelha a orelha e pensando: "menos uma pra entrar no meu país!" Mas ela que não perde por esperar.
Bom, depois de tudo isso que aconteceu nesses meses sem postar nada nesse blog, vc pode me perguntar: "por que ainda insisto?" E a resposta é simples: Não é por causa do país (porque por mim eu estaria no Japão com minha família a muito tempo), e muito menos porque gosto de preencher formulários, mas sim por causa da família que quero construir com a pessoa que escolhi e, se eu tiver que passar por tudo isso pra chegar até lá, então vou enfrentar. Esse é meu objetivo e preciso saber como é alcançá-lo! Ninguém pode fazer isso por mim.
Foi por causa disso que Adam e eu decidimos investir no k1, ou seja, no visto de noiva.
O desvendar dessa história eu não sei quando acontecerá! Mas, uma coisa é certa: eu odeio vistos e formulários mas amo o desafio.
Torçam por nós.